Atendimento Comercial(71) 3359-0778
Nosso Blog
29, maio de 2020

Valuation: você sabe como calcular o valor da sua empresa

Quando chega o tão esperado momento de dar o próximo passo no crescimento e atrair investidores, a primeira dúvida que surge é: “Afinal, quanto vale minha empresa?”. O primeiro conceito fundamental que o empreendedor deve entender sobre o valor de uma empresa é que Valuation, antes de qualquer estrutura financeira, é uma percepção de mercado. Isso significa que não há exatidão no cálculo, pois essas percepções podem ser diferentes, dependendo de quem estamos falando.

Analisar financeiramente uma empresa exige conhecimento do mercado e do setor, uma perspectiva estratégica e atributos técnicos. Mas os resultados podem ser variáveis, já que não há uma forma definitiva e única de cálculo.

Por isso, é fundamental que você tenha conhecimento real da sua empresa, questionando se o valor que os acionistas e administradores enxergam, considerando seus riscos e oportunidades, é o mesmo valor percebido pelo mercado. Afinal, quem compra é quem de fato dita quanto vale.

O que é Valuation

Valuation é o termo em inglês para “Avaliação de Empresas”. É o processo de estimar quanto uma empresa vale, determinando seu preço justo e o retorno de um investimento em suas ações.

Existem diversas formas de avaliação, sendo as mais comuns o valor dos ativos, o valor presente do fluxo de caixa futuro, ou o valor dos múltiplos da empresa.

O método de Fluxo de Caixa Descontado (levar para o título O que é Fluxo de caixa descontado no próprio texto do blog) pode te ajudar a conseguir uma mensuração ao observar os resultados financeiros projetados e trazê-los para o presente. O lado negativo disso é que nem todas as empresas têm uma forma confiável de estimar os resultados, o que torna esse modelo frágil para empresas nascentes.

O segundo método é mais utilizado por investidores anjos no geral, ainda mais em startups. Mas ele depende muito mais de “feeling” e de negociação entre empreendedor e investidor. Geralmente os múltiplos (levar para o título Valuation em relação ao lucro e os múltiplos no próprio texto do blog) são abordados na primeira conversa até ir para uma conversa mais avançada com fluxo de caixa descontado.

Ao analisar o faturamento anual da empresa, se estima uma previsão de faturamento para os próximos anos, e a partir dessa estimativa e levando em consideração o histórico do fluxo de caixa da empresa, é possível chegar a um valor real de quanto vale o negócio.

Mas, mesmo utilizando tais cálculos, esse processo envolve certa dose de subjetividade no julgamento do empreendedor ao definir premissas e selecionar fontes de dados. Por isso, a confiabilidade do resultado depende da percepção do mercado e da lógica embutida nas decisões do empreendedor.

Se você tem uma empresa que está começando, terá mais dificuldades para calcular seu valor, por causa da falta de históricos numéricos e por ter um produto/serviço ainda não consolidado.

Por que é importante

Compreender o valor real de sua empresa permite que você a conheça melhor, explorando os aspectos que a valorizam e os que a fazem valer menos. Assim, você pode mitigar essas deficiências ao longo do tempo.

valuation é uma forma de conhecer melhor a sua empresa, detectar fraquezas e saber do seu potencial futuro. O empreendedor consegue calcular uma fatia societária justa, o que tornaria a empresa mais atrativa para investidores.

Uma vantagem é que, sabendo o montante a ser investido e o valor da sua empresa, você consegue negociar a participação societária do investidor de forma mais justa.

Para o investidor, o cálculo de valuation auxilia na tomada de decisão de investir, evitando que ele pague mais do que essa empresa deveria valer. Ter em mãos uma metodologia quantitativa é essencial para isso.

Entender o valor de uma empresa historicamente permite que você tenha uma ideia do comportamento da empresa ao longo do tempo, o que é fundamental para a construção de estratégias futuras.

Como fazer o valuation de uma empresa

valuation da empresa pode ser feito trazendo para o valor presente os resultados de fluxo de caixa futuros – esse é o método mais utilizado atualmente, e possui 3 grandes etapas:

  1. Estimar o fluxo de caixa (montante recebido menos o montante gasto) da empresa para os próximos períodos;
  2. Definir a taxa de desconto, baseando-se no risco da empresa de acordo com outras oportunidades de investimento, como a bolsa ou a poupança;
  3. Trazer os resultados para o valor presente e somá-los.

O que é Fluxo de caixa descontado

O primeiro passo é projetar um fluxo de caixa futuro para os próximos 5 anos (mínimo), que consiste em descontar as despesas da receita. Esse fluxo pode ser feito com base em dados passados da própria empresa.

O problema é que nem todas as empresas possuem anos de idade de vida, algumas estão começando agora e estão correndo atrás de investidores, como no caso das empresas startups. Nesse caso, a análise é menos precisa ainda.

Quanto mais tempo for projetado, menos precisa será a análise. O segundo passo é definir uma taxa livre de risco, que é geralmente a Selic (taxa de juros básica).

O que é a taxa de juros e como os juros são determinados

Os juros são o preço do dinheiro de hoje em relação ao futuro. A taxa de juros também representa o prêmio por abrir mão do consumo no presente e deixar o dinheiro aplicado na poupança.

A taxa de juros é determinada pelo nível de poupança da sociedade. Os juros tenderão a ser menores quando o número de poupadores for maior que o de consumidores.

Quanto maior o número de poupadores, maior a quantidade de dinheiro que estará disponível para empréstimos, diminuindo sua escassez no curto prazo.

Ou seja, baixa taxa de juros diminui o preço do dinheiro no presente, assim como o prêmio pago para pegar dinheiro emprestado. Se esse prêmio for muito baixo, as pessoas preferem consumir suas rendas agora, diminuindo o estoque de dinheiro disponível para empréstimo e provocando elevação da taxa de juros.

Se a sociedade consome toda a sua renda, haverá pouco dinheiro disponível para empréstimo. A taxa de juros para empréstimos tenderá a ser alta, porque isso atrai investidores que querem emprestar seu dinheiro e receber juros mensais.

Valuation em relação ao lucro e os múltiplos

Investidores procuram por empresas que estejam mais estabelecidas, com alto potencial de crescimento e menor grau de incerteza. As empresas que oferecerem a melhor relação de risco e retorno irão apresentar o maior valor.

Além disso, essas empresas precisam entregar um alto potencial de crescimento para compensar o investimento. Geralmente, investidores de startups compram 10 para ter chance de ser bem sucedido em 2 ou 3. Essas empresas bem sucedidas precisam oferecer um retorno que pague o dinheiro gasto nas outras opções que falharam.

Além disso, muitos investidores só colocam dinheiro em empresas que tenham uma receita proporcionalmente justa ao valuation, isto é, que tenha um bom múltiplo. Ou seja, não adianta ter uma ideia genial, é preciso testá-la, colocar no mercado e ter clientes.

Entre em contato com nosso time de especialistas para entender o processo para realizar uma avaliação de sua empresa. Nossa equipe, somada à ampla experiência nos diferentes setores da atividade econômica e trabalhos dentro dos mais altos padrões de qualidade exigidos pelo mercado, serão o seu guia para garantir uma gestão eficiente e lucrativa.

Se você gostou deste post contendo essas informações sobre o tema Valuation, então que tal seguir as nossas páginas nas redes sociais? Nossas atualizações são sempre muito interessantes: estamos no Facebook, LinkedIn e no Instagram!


Mais posts


SIGA NO INSTAGRAM
Fale conosco
Onde estamos
Siga a gente

Solicite seu orçamento